fbpx Skip to main content

O eclipse lunar ocorre quando o Sol, a Terra e a Lua estão alinhados, nessa ordem, e o nosso satélite passa pela sombra da Terra, fazendo com que sua face iluminada fique sem receber a luz de nossa estrela e escureça. Esse fenômeno só ocorre na Lua cheia.  Mas você pode estar se perguntando porque não ocorrem eclipses em toda Lua cheia? Isto é o que vamos explicar agora.

Crédito: Nasa

Em sua trajetória ao redor da Terra, a Lua descreve uma órbita num plano diferente do plano que a nossa Terra circula ao redor do Sol. A lua tem uma órbita inclinada em mais ou menos 5 graus. Essa inclinação é suficiente para fazer com que poucas luas cheias atravessem a sombra da Terra. Por isso os eclipses são fenômenos mais ou menos raros. Eles só ocorrem quando coincide de a Lua cheia ocorrer quando nosso satélite está no que chama-se nodo orbital, que é o ponto em que o plano das duas órbitas, a da Lua ao redor da Terra e a da Terra ao redor do sol, se cruzam. Veja na abaixo:

Inclinação da órbita da Lua em relação à da Terra em torno do sol.

 

Existem alguns tipos de eclipes lunares:
1. Eclipse lunar total – é quando a Lua imerge totalmente na sombra da terra e sua face fica totalmente escura.
2. Eclipse lunar parcial – Quando apenas parte da face da lua imerge na sombra da Terra.
Esses dois tipos de eclipses podem ser compreendidos no diagrama abaixo:

Quando o nosso satélite imerge totalmente na região mais escura da sombra da Terra, chamada umbra, ocorre o eclipse total. Quando apenas parte dele imerge nessa região da sombra, temos o eclipse parcial.
Há ainda o eclipse lunar penumbral, quando a Lua entra apenas na região da sombra da Terra chamada de penumbra (imagem acima). Nesse caso ocorre apenas uma redução de brilho do nosso satélite praticamente imperceptível a olho nu.

ECLIPSES LUNARES NA ANTIGUIDADE
Os eclipses lunares já eram bem estudados na antiguidade. Pitágoras, que nasceu em 570 a.c, ao observar a sombra da Terra projetada na Lua durante um eclipse lunar deduziu que a Terra tinha o formato de esfera. E durante outro eclipse lunar, apoiado em medidas colhidas em livros e medições próprias, Aristarco conseguiu medir a distância da Terra à Lua com um erro de apenas 10% em relação às medidas conhecidas hoje. Um grande feito considerando que ele fazia medições a olho nu.

 

Types of Eclipse / Definition of an Eclipse
http://www.eclipsegeeks.com/types-of-eclipse/4561673346
What´s an eclipse?
https://www.nasa.gov/audience/forstudents/5-8/features/nasa-knows/what-is-an-eclipse-58
Sombra, Penumbra e Eclipse
https://iranmarkus.wordpress.com/2017/11/30/sombra-penumbra-e-eclipse/
Eclipse Lunar
http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=12919
Eclipse Lunar
https://pt.wikipedia.org/wiki/Eclipse_lunar