fbpx Skip to main content

Eclipse solar é um fenômenos astronômico relativamente raro que ocorre quando a Lua se interpõe entre o Sol e a Terra. Dessa forma nosso satélite bloqueia a luz da nossa estrela nas regiões onde o fenômeno é visível, como mostra a fig. 1. Ao contrário dos eclipses lunares, que é visto por pessoas numa vasta região do planeta quando acontece, apenas as pessoas em uma pequena região atingida pela umbra e penunbra da sombra da lua projetada sobre o globo podem ver o fenômeno.

Esquema demonstrando o eclipse solar.

Devemos esclarecer que a Lua orbita a Terra num plano inclinado em cinco graus em relação ao plano da órbita da Terra. Somente quando a Lua passa pelo nodo orbital, que é um ponto em que os dois planos se encontram, é possível haver um eclipse solar, se coincidir com a Lua nova, ou lunar se coincidir com a Lua cheia.

O plano das órbitas da Lua e da Terra.

TIPOS DE ECLIPSES SOLARES
Os eclipses solares podem ser parcial ou total. Quando apenas parte do disco solar é encoberto pela Lua temos o eclipse parcial. Quando todo o disco solar é encoberto por nosso satélite, temos o eclipse parcial.
Há ainda outro tipo de eclipse que é o anelar ou anular. Que é quando durante um eclipse total pode-se ver um anel de luminosidade solar ao redor da Lua. Isto ocorre quando o vértice da sombra do nosso satélite não toca a superfície da Terra.

Sequência de fotos de um eclipse anular.

FAIXA DE TOTALIDADE
A sombra da Lua projetada na Terra, como é possível deduzir, não fica fixa, ela percorre a superfície do planeta a uma velocidade de 4000 km/h e tem uma extensão de cerca de 250 km. A região mais escura da sombra se chama umbra e o caminho que ela faz determina a região da totalidade do eclipse. Já o caminho percorrido pela penumbra, região mais tênue da sombra, determina a faixa de parcialidade, onde é possível ver o eclipse parcial do Sol.

https://www.facebook.com/OQueVerNoCeuAstronomia/videos/797400220438824/

COMO OBSERVAR
É preciso ter muito cuidado ao observar um eclipse solar pois a observação a olho nu pode até provocar a cegueira do observador. Por isso, se for observar esse fenômeno é necessário filtros especiais que atenuam a quantidade de luz que entra em seus olhos e protege contra os raios em cumprimento de onda invisível emitidos pelo Sol e que podem provocar danos à visão.

Óculos com filtro especial para observação do Sol.